Cedesp, ferramenta de inclusão social através do trabalho

Os centros de desenvolvimento social produtivo, Cedesp, são núcleos de capacitação profissional, social e humana oferecidos por Ongs, diretamente ou em parceria com orgãos públicos, que visa qualificar jovens e adultos em diversas áreas profissionais para inclusão no mercado de trabalho. Além da qualificação técnica, os Cedesps também oferecem formação social aos educandos, como postura profissional, ética, técnicas de interação interpessoal e formação humana, como sociabilidade, qualidade de vida e auto cuidado.
Atualmente são 58 unidades de Cedesp em toda a cidade de São Paulo, localizados nas regiões periféricas, atendendo a população em situação de vulnerabilidade social. Cerca de 16 mil pessoas utilizam o serviço, sendo eles jovens à partir dos 15 anos até adultos com limite de 59 anos de idade.

Contudo, a atual gestão municipal adota uma política de cortes de verbas na área social assistencial da cidade, afetando diretamente este serviço. Somente em 2019, o corte orçamental da pasta da Assistência Social chegou ao valor de R$ 220 mi de reais. Parte desse recurso seria destinado aos Cedesps, afim da manutenção dos equipamentos e continuidade nos atendimentos. Ainda neste ano, ocorre um processo de renovação de convênio da prefeitura com as entidades filantrópicas que ofertam este serviço. Processo este que ainda está em curso, porém, causando extrema preocupação em algumas unidades que não puderam fechar parceria, por tramites burocráticos que a gestão municipal exerce através de editais, inviabilizando a permanecia de funcionamento destas unidades.

Cabe agora às instituições sociais, trabalhadores e usuários defenderem a permanência deste serviço tão necessário para a aplicação da justiça social, com preparação para o mercado de trabalho através da qualificação profissional, formação social e humana.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *