28 de abril de 2020

Hábitos alimentares saudáveis podem auxiliar na proteção ao Coronavírus

Nutricionista indica alimentos que reforçam o sistema imunológico e auxiliam na proteção do corpo, incluindo nas defesas contra o Covid19
Nós temos contato a todo o momento com diversos microrganismos que podem nos trazer doenças. Mas nem todas pessoas adoecem, isso devido a imunidade. Quanto mais forte a imunidade estiver, menor a freqüência em que ficaremos doentes, quando contrairmos algo vamos ter mais facilidade de nos curarmos e dependendo da doença, podemos nem contraí-la.

Em tempos de COVID-19 é importante nos mantermos sadios. Isso não vai impedir que possamos contrair (ainda mais quando não se tem o devido cuidado de higiene e distanciamento social), porém, vamos estar mais fortes para lidar com a doença. Podemos aumentar nossa imunidade apenas com pequenas mudanças alimentares. Tentem diminuir o consumo de açúcares, eles são imunossupressores, isso significa que reduz a eficiência do sistema imunológico. Inclua mais frutas, tente consumir pelo menos uma fruta no seu café da manhã, por exemplo.

Abuse dos legumes e verduras nas suas principais refeições. Metade do seu prato pode ser somente desses alimentos. Consuma mais proteínas de qualidade, como frango, peixe, queijos, ovos… Ovos e Frango são uma ótima opção devido seu baixo custo. Diminua o consumo de gorduras, ou seja, evitem consumir frituras, quando for preparar um frango, por exemplo, retirem a pele. Os alimentos industrializados são grandes vilões, contém muito sódio, açúcar, aditivos, conservantes, gordura.
São alimentos como: bolacha recheada, salsicha, bacon, lingüiça, miojo… Se hidratem, consumam mais água, evitem o uso de refrigerantes, sucos de pó e de caixinha. Substitua esses líquidos, por sucos naturais, chás, e na falta destes, sempre optem pela água. Utilizem temperos naturais em suas refeições, o alho tem ação antioxidante e antiinflamatória, é um ótimo aliado. Deixem o prato colorido, quanto mais cor, mais diversos nutrientes irão existir em sua refeição. Consumam alimentos que contenham mais vitamina C, grande aliada da imunidade.

Tais como: Laranja, limão, acerola, brócolis, caju, couve manteiga… Lembrem-se quando fizerem sucos de alimentos que possuam vitamina C, utilizem na hora, pois a vitamina é oxidativa, sendo assim ela se perde em contato com o ar. Além de auxiliar com a imunidade, também ajuda na absorção de ferro, por isso, antes da refeição é viável consumir algum alimento fonte de vitamina C. Com pequenas atitudes, sem dietas malucas e milagrosas, conseguimos nos manter fortes e sadios, para enfrentarmos essa e outras batalhas diárias.
Compartilhe nosso conteúdo!
notícias relacionadas
Mikaelly, 16 anos
Mikaelly, 16 anos, é aluna de qualificação do Vozes das Periferias. Em 2019, se formou no curso de Arquitetura e foi convidada, junto com outros 3 colegas de classe, a criar o projeto de reforma do nosso escritório. O espaço passou por uma grande mudança e hoje conseguimos utilizar muito melhor nossas salas.A jovem também realizou outros cursos da área de tecnologia e comunicação, e seu crescimento está sendo muito maior do que o esperado."O Vozes é uma escada para as realizações do meu sonho. Lá eu aprendi que para você vencer tem que ter, acima de tudo, garra".Mika também é voluntária de operações gerais e nos auxilia em nossas atividades de esporte, cultura e qualificação profissional. Sem dúvidas, essa jovem sonhadora ainda vai conquistar o mundo.
Luiz Alberto, 20 anos
Luiz foi aluno do curso de Gestão de Projetos, em parceria com a Comparex, em 2018. A dedicação do jovem durante as aulas o fez estar entre os melhores, concorrendo por uma vaga de emprego na empresa apoiadora."Participar deste curso foi um divisor de águas em minha vida profissional e pessoal, porque lá eu e meus colegas aprendemos muito mais do que as práticas de gestão de projetos, nós aprendemos valores que levaremos para a vida como o #TamoJunto e o #VaiKida".Hoje, Luiz trabalha na SoftwareONE, antiga Comparex, onde cresce a cada dia junto com profissionais qualificados e trilha a sua carreira. Sem dúvidas, essa oportunidade mudou a vida do jovem e abriu diversas portas, transformando sua história e a de sua família.
Kelvin, 8 anos, e Kelveson, 11
Os irmãos Kelvin, 8 anos, e Kelveson, 11, são alunos da oficina de Dança de Rua do Vozes das Periferias e dão um show de talentos.Os b-boys fazem da arte a força para superar qualquer dificuldade e só abaixam a cabeça se for um passo da dança. Eles se dedicam a aprender e a serem melhores a cada dia, desde o hip hip até o passinho do funk. Os meninos ainda se apresentam em locais como a Av. Paulista e estações do metrô, mostrando que a favela é potência e cultura de rua pode chegar onde quiser.
Kayrone, 15 anos
Kayrone, 15 anos, é aluna da oficina de Jiu Jitsu do Vozes das Periferias e voluntária do projeto auxiliando os mais novos durante a aula. Desde o início se mostrou muito interessada e pró-ativa, querendo aprender sempre mais. A princípio seu objetivo era usar o esporte como uma forma de autodefesa, já que os casos de violência contra mulher estão cada vez maiores. Mas com o tempo foi se encantando e trazendo o Jiu Jitsu para vida."O que eu mais gosto no jiu é que independente da sua faixa ou tempo de treino todos se ajudam e crescem juntos".Hoje, Kayrone treina na Academia Nova União SP Mooca, onde ganhou uma bolsa graças a ponta feita pelo atleta e professor Erick Silva.Sua força e garra representa a classe feminina das favelas. Voe alto!