6 de OUTUBRO de 2022

Voar junto transforma

Na filantropia, assim como na aviação, oportunidade é transformação

O ano era 2013, quando eu quase perdi a casa em que morei com meus pais e que eles lutaram tanto para construir e abrigar a nossa família. Naquele estranho ano me senti um jovem não só ameaçado pela violência policial que dilacera famílias com a morte de um jovem negro a cada 17 minutos, segundo o Atlas da Violência de 2021, mas também pela violência da falta de oportunidades que mais de 25% da população jovem brasileira não tem acesso.

Foi neste ano, em meio ao caos, que comecei a entender o que acessar oportunidades melhores poderiam fazer com a minha vida, da minha família e dos meus antigos vizinhos e vizinhas na favela da Vila Prudente. Então meu propósito de vida se fez mais nítido: democratizar as oportunidades nas favelas e periferias onde eu pudesse estar presente e fazer com que outras pessoas pudessem voar junto comigo e transformar locais periféricos e submergidos na pobreza em celeiros da potencialização de talentos.

É verdade que demorei para compreender que, por mais de duas décadas, as oportunidades para mim foram escassas. Perdi muitos amigos e colegas talentosos para o crime, para as drogas, bebidas e para a violência. Mas, um desses amigos, o Robson, foi o meu divisor de águas para perceber que poderia fazer algo para as próximas gerações não sofrerem do mesmo mal que eu e minha geração sofremos.

E foi a partir dessa virada de chave que nasceu o Vozes das Periferias: um Instituto que criei e tem atuação nas áreas de cultura, esporte, qualificação profissional, geração de renda e comunicação comunitária nas favelas e periferias da Vila Prudente e Jd. Sinhá.

Hoje, o Vozes das Periferias é uma plataforma de democratização de oportunidades e potencialização de talentos junto a grandes companhias como a United Airlines, que se juntou ao nosso time de apoiadores recentemente e tem feito milhares de pessoas voarem juntas e criarem pontes para a transformação social.

E, assim como na filantropia, na aviação, a oportunidade também é uma maneira de promover a transformação. E são muitas as possibilidades de transformações que estamos realizando em parceria com uma das maiores companhias aéreas dos Estados Unidos, como as três aqui abaixo:
1. Amplificação de Vozes
No último dia 15 de setembro realizamos o 1º “Amplifying Voices from Peripheral Territories”, um evento marcante para o Instituto Vozes das Periferias que mobilizou em Nova York brasileiras e brasileiros para apoiar a democratização das oportunidades nas favelas e periferias da Vila Prudente e Jd. Sinhá para crianças, jovens e adultos. Cerca de USD 30 mil dólares foram arrecadados.

Na ocasião, a parceria com a United Airlines também amplificou os olhares de três fotógrafos das favelas onde o Vozes das Periferias atua e mostrou a transformação de vida de famílias, crianças e adolescentes atendidas pelo Vozes das Periferias.
2. Acesso a um mundo novo
A United Airlines mostrou junto com o Vozes das Periferias que a favela também pode ter acesso ao mundo de oportunidades de educação, esportes e uma melhor qualidade de vida que existe nos Estados Unidos, como foi o caso da primeira experiência de dois integrantes da equipe do Instituto, a Letícia Armindo e Eduardo Bernardo que são líderes de Operações e Comunicação, respectivamente.
3. Valorização e empregabilidade para mulheres, negros e LGBTQIA+
O primeiro princípio da United Airlines é a segurança para todas os passageiros e passageiras, mas a companhia vai muito além da segurança e chega na valorização integral de mulheres e seus profissionais negros e declarados LGBTQIA+. Aqui no Brasil, também em setembro aconteceu o primeiro “Girls in Avation”, um programa que já existe nos Estados Unidos e chegou ao Brasil para ampliar os horizontes de meninas sobre oportunidades na aviação.
Um dos principais objetivos do programa é mostrar que é necessário, e possível, a presença de mulheres no setor.

Tenho certeza que esses impactos citados acima são só o começo de uma transformação maior. Juntos, o Vozes das Periferias e a United Airlines terão força para construir um mundo de oportunidades no qual a igualdade será o destino final.
Compartilhe nosso conteúdo!
notícias relacionadas